domingo, outubro 16, 2011

Maven: Primeiro Projeto

No post anterior abordei a configuração do Maven junto ao sistema operacional, declarando-se a variável de ambiente M2_HOME.

Demonstrarei o uso do Maven para a criação de um projeto simples, JSE, a fim de demonstrar a estrutura que o Maven adota como padrão bem como seu build.

Para a criação do projeto, basta acessar o prompt de comando. Assumiremos o diretório padrão como sendo c:\projetos-maven.


A partir da seguinte linha de comando, é possível  a criação do projeto, acesse pelo prompt o diretório acima discriminado ou aquele de sua preferência:

mvn archetype:generate -DgroupId=br.com.serjava.projetomaven -DartifactId=projeto-
maven -DarchetypeArtifactId=maven-archetype-quickstart 

Nesta linha informamos a estrutura de pacotes base do projeto, pelo atributo: -DgroupId=br.com.serjava.projetomaven, como pode-se observar, será criada a estrutura 
de pacotes br.com.serjava.projetomaven; -DartifactId define o nome do projeto a ser criado; 
-DarchetypeArtifactId contém o parâmetro com a estrutura do projeto a ser criado, neste caso, 
é um projeto quickstart, ou seja, um projeto simples sem inclusões de frameworks ou qualquer recurso 
adicional.

Você perceberá que depois de digitado o comando, vários downloads serão feitos do repositório central do 
maven. O maven, automaticamente, cria um repositório local em sua máquina, e a cada construção e 
criação de um novo projeto, ele verifica se as dependências necessárias para este projeto estão contidas 
em seu repositório local, caso não se encontrem, automaticamente será feito o download das mesmas. 
Ressalta-se que para uma segunda utilização, não mais será necessário o download.

Em um ambiente de desenvolvimento multi-usuários, a criação de repositórios locais é muito útil, pois 
evita-se a busca por dependências por cada membro da equipe.

Depois de realizados os downloads, você será questionado sobre a versão de seu projeto, conforme
imagem abaixo:
Informaremos a versão: 1.0
Em seguida, será mostrado os dados informados para a criação do projeto, confirme digitando Y;

O sucesso da criação deverá ser confirmado pela mensagem: BUILD SUCESS.

Dentro da diretório que utilizamos para a criação do projeto, deverá constar o projeto. 
Observe que dentro do projeto há um diretório src e um arquivo pom.xml.

O arquivo pom.xml pode ser entendido como um descritor de um projeto maven. nele podemos adicionar 
dependências ao projeto, plugins e configurações específicas, a estrutura deste arquivo no projeto criado 
deverá ser a seguinte:


  4.0.0

  br.com.serjava.projetomaven
  projeto-maven
  1.0
  jar

  projeto-maven
  http://maven.apache.org

  
    UTF-8
  

  
    
      junit
      junit
      3.8.1
      test
    
  


CONSTRUINDO O PROJETO

Uma vez criado o projeto, para que possamos fazer seu build basta acessar o diretório do projeto, no
nosso caso: C:\Projetos-Maven\projeto-maven; feito isto, digite o seguinte comando:
mvn package
Ao executar o comando package o Maven está executando uma fase (para maiores detalhes consul-
te o material de referência do Maven), em suma, o Maven tem um ciclo de fases (Life cycle), qualquer uma
que seja solicitada, todas as anteriores serão executadas até aquela que foi indicada. Estas são as fases per-
corridas:
1.  validate
2.  generate-sources
3.  process-sources
4.  generate-resources
5.  process-resources
6.  compile
Para a execução do comando package, todas as fases foram executadas, garantindo assim que ne-
nhum erro possa comprometer o projeto. Tendo-se todas as fases “aprovadas”, o projeto foi construído e
poderá ser executado.

Finalmente, para rodar o projeto, digite:
java –cp target\projeto-maven-1.0.jar br.com.serjava.projetomaven.App 

O resultado deverá ser:
Espero que tenham gostado, em breve mais posts sobre a utilização do Maven. Este foi uma pequena amosta do que este poderoso gerenciador é capaz de fazer, logo demonstrarei o uso de plugins para deploy da aplicação quando se usar um projeto web, além de prover independência de ides!

Nenhum comentário:

Postar um comentário